Get Adobe Flash player

 

logo CNCP min

 CNCP

CONFEDERAÇÃO
NACIONAL
DOS
CAÇADORES
PORTUGUESES

 

   
   

MEMBRO DA

FACE logo

 

 

 

FILIADOS CNCP

 

FCEDM

FCEDM

facirc

FACIRC
fccpviseu FCCPVISEU
fcpbl FCPBL
   
fcpbi

FCPBI

   
federcaca FEDERCAÇA
   
fac FAC
   
logo fca00 FCA
   
 OESTECAÇA  OESTECAÇA

CENTRO DE COMPETÊNCIAS PARA O ESTUDO, GESTÃO E SUSTENTABILIDADE DAS ESPÉCIES CINEGÉTICAS E BIODIVERSIDADE

 

 

global

No passado dia 06 de Maio de 2018, durante a realização da 30ª Expocaça, em Santarém, foi assinado o protocolo de constituição do CENTRO DE COMPETÊNCIAS PARA O ESTUDO, GESTÃO E SUSTENTABILIDADE DAS ESPÉCIES CINEGÉTICAS E BIODIVERSIDADE, na presença do Sr. Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, o qual de seguida procedeu à sua homologação.

O Centro de Competências para o Estudo, Gestão e Sustentabilidade das Espécies Cinegéticas e Biodiversidade constitui-se como uma plataforma que agrega os principais agentes que desenvolvem atividade no setor da caça e áreas conexas, a administração pública, as entidades do sistema científico e tecnológico nacional e as empresas.

Terá por missão promover o desenvolvimento da fileira da caça, estimulando estudos, estratégias de intervenção e ações prioritárias específicas dirigidas às espécies cinegéticas do quadro venatório nacional e espécies migratórias, visando a exploração sustentada dos recursos cinegéticos, o (re)estabelecimento do equilíbrio ecológico no território nacional, a conservação da Natureza e o estímulo à proteção da biodiversidade, bem como o desenvolvimento rural e valorização dos produtos da caça. 

São objetivos fundamentais:

  • Promover o equilíbrio entre caça e conservação, contribuindo em simultâneo para a manutenção e proteção da biodiversidade;
  • Demonstrar e divulgar o papel construtivo que a caça sustentável e os caçadores desempenham na conservação da vida selvagem, na gestão do mundo rural e na preservação da biodiversidade;
  • Promover o desenvolvimento socioeconómico da atividade cinegética e a garantia da sua sustentabilidade;
  • Promover a preservação das características genéticas autóctones, bem como a gestão sanitária e imunoprofilática de espécies cinegéticas, principalmente nos processos de reintrodução e de repovoamento;
  • Auxiliar na identificação de novos produtos e de novas oportunidades de mercado no setor cinegético;
  • Explorar e divulgar a dimensão gastronómica e nutricional da carne de caça e promover a certificação dos produtos de caça;
  • Gerar e aprofundar o conhecimento científico sobre a biologia das espécies cinegéticas;
  • Realizar e promover estudos de monitorização continua da dinâmica demogrfica e de epidemiovigilância das espécies cinegéticas, tendo em vista a identificação de processos de declínio e/ou de processos infeciosos em curso, viabilizando assim processos atempados de intervenção;
  • Fomentar populações viáveis e autossustentáveis de espécies cinegéticas, do ponto de vista sanitário e genético em todo o território nacional continental;
  • Conduzir e apoiar estudos científicos e técnicos inseridos na gestão e/ou conservação das espécies cinegéticas e da preservação da biodiversidade;
  • Realizar e apoiar programas de educação sobre conservação da vida selvagem, ecologia e gestão de recursos naturais;
  • Potenciar e divulgar as melhores práticas de gestão dos recursos naturais e desencorajar o furtivismo;
  • Providenciar o apoio técnico-científico e assessoria aos gestores cinegéticos, do mundo rural e florestal, bem como às administrações e autoridades locais, regionais e nacionais;

A prossecução dos objetivos estabelecidos será alcançada através de um conjunto de medidas/atividades inseridas em quatro eixos de intervenção:

I. Eixo de Investigação e Experimentação

II. Eixo de Monitorização e Boas Práticas de Gestão

III. Eixo de Gestão Sanitária

IV. Eixo de Comunicação, Divulgação, e Formação

O Centro de Competências para o Estudo, Gestão e Sustentabilidade das Espécies Cinegéticas e Biodiversidade explorará as seguintes áreas de intervenção:

¨       Biologia e dinâmica das populações cinegéticas;

¨       Ecologia;

¨       Sanidade e Genética;

¨       Gestão Cinegética;

¨       Conservação da Natureza e Biodiversidade;

¨       Transformação, Valorização e Certificação da Carne de Caça;

¨       Socio-Economia e Aspetos Culturais da Caça;

¨       Códigos de Ética, Conduta e Boas Práticas em Cinegética;

¨       Políticas e Estratégias para Desenvolvimento do Setor Cinegético.

Os parceiros nucleares do CC são o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária IP (INIAV IP), o Instituto da Conservação da Natureza e Florestas (ICNF), a Direção Geral de Alimentação e Veterinária (DGAV), a Associação Nacional de Proprietários Rurais, Gestão Cinegética e Biodiversidade (ANPC), a Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses (CNCP), a Federação Portuguesa de Caça (FENCAÇA), o Centro de Investigação em Biodiversidade e Recursos Genéticos (CIBIO) da Universidade do Porto/ Rede Nacional de Investigação em Biodiversidade e Biologia Evolutiva (InBIO), o Instituto de Biologia Experimental e Tecnológica (iBET), a Ordem dos Médicos Veterinários e o Município de Mértola.

O Centro de Competências integrará outros parceiros nacionais, nomeadamente da Academia, Indústria, Administração Local, e outras organizações do setor cinegético (organizações do setor da caça de segundo e terceiro nível), em linhas temáticas específicas;

 

Capoulas

_____________________________

DSC 0097

_______________________________

2018 05 06 20.22.18 3