Get Adobe Flash player
 
 
  
 
 
 
 

Nota de Imprensa

 

A Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses, com as suas dez Federações Regionais associadas, estará presente, no próximo dia 15 de Agosto, numa acção simbólica de protesto, a realizar em Viseu, na Avenida Alberto Sampaio, em frente ao Governo Civil, entre as 12 e as 13 horas, contra a actual política da Secretaria de Estado das Florestas e do Desenvolvimento Rural para o Sector da Caça, designadamente, a suspensão da Portaria que regulamenta a obtenção da carta de caçador e que prevê a existência de quatro épocas de exame, por ano, em vez de uma, como actualmente; a não concretização da transferência de competências para as Organizações do Sector da Caça, contemplada na Lei desde 2005; o arrastar indefinidamente da obtenção de acordo com a Secretaria de Estado da Administração Interna para instituição de uma formação comum e um exame único, realizado num só dia, para a obtenção da carta de caçador e da licença de uso e porte de arma, acabando com a perda de quatro dias de trabalho por parte do cidadão que queira obter tais documentos; a continuada morosidade dos processos de zonas de caça, que hoje demoram em média 8 meses quando a Lei prevê 51 dias para a sua instrução e, finalmente, a iniciativa de alterar a abertura à rola-comum de 15 para 22 de Agosto, com claro desrespeito pelos caçadores do centro e norte de Portugal.

Às 12,30 horas será entregue, ao Senhor Governador Civil do Distrito de Viseu, um caderno reivindicativo onde, para além das questões acima mencionadas, outras, não de menor importância, serão incluídas.

 

Tavira, 13 de Agosto de 2010

O Presidente da Confederação Nacional dos Caçadores Portugueses